fbpx

Javascript Desativado!

É necessário ativar o javascript do seu navegador para acessar!

VPS Essencial LAMP – Primeiros Passos - Evertec Digital

VPS Essencial LAMP – Primeiros Passos

Saiba como preparar a sua VPS LAMP sem segredo, de forma descomplicada e segura com poucos cliques e configurações.

VPS Essencial LAMP – Primeiros Passos
0062
Compartilhe esse conteúdo!

Antes de iniciar esse tutorial é importante que leia o tutorial VPS Essencial – Lamp – Linux, Apache, MariaDB e PHP.

Neste tutorial você aprenderá como montar a sua VPS Essencial na Digital Ocean. Como o objetivo aqui é simplificar o máximo o processo sem deixar de lado a segurança e o desempenho, utilizaremos o recurso “One-click apps”, que cria a VPS com a maior parte das instalações necessárias “automagicamente”. Mais um detalhe interessante, é que na Digital Ocean, a VPS é tratada como uma Droplet (gota).

A sigla LAMP refere-se ao conjunto Linux, Apache, MySQL (ou MariaDB) e PHP. Aqui trabalharemos com a distribuição Linux Ubuntu 16.04 e PHP 7, na instalação automatizada é instalado o MySQL, mas iremos substituir pelo MariaDB que está apresentando melhor performance e segurança.

Mãos na Massa…

Criando o DROPLET

1 – Acesse seu painel na Digital Ocean e clique em “Create Droplet

Create Droplet

2 – Clique em “One-click apps”, essa é uma seção que permite criar uma VPS com tudo que é necessário para trabalhar, onde a própria plataforma da Digital Ocean, irá instalar na VPS a distribuição Linux, o Apache, o MySQL e o PHP, já com antivírus e firewall, em fim, tudo que precisamos para trabalhar;

3 – Selecione a opção “LAMP on 16.04”, aqui estamos escolhendo a distribuição Linux Ubuntu 16.04, Apache, MySql, e o PHP 7.0;

LAMP

4 – Agora é a hora de escolher as configurações de Hardware da sua VPS, a instalação mínima de 5 dólares, já oferece um desempenho satisfatório, e se posteriormente desejar aumentar a configuração de hardware da sua VPS, o processo é muito simples e fácil. Sempre é possível aumentar a configuração, mas nunca diminuir.

Caso o seu consumo de dados de transferência seja maior do que a configuração escolhida, esse excedente será cobrado adicionalmente quando houver o fechamento do período.

Em nosso tutorial escolheremos a configuração de 10 dólares, que entregará uma performance considerávelmente boa, capaz de suportar a instalação de multiplos sites.

Plano

5 – Escolha o Local do datacenter onde está a sua VPS.

Alguns fatores influenciam na latência (tempo de reposta) de um determinado servidor e um deles é a distancia do servidor com o local onde haverá maior acesso.  Das diversas opções existentes, a que apresentou melhor tempo de resposta foi o datacenter 3 de Nova York, portanto, sugerimos que selecione essa opção.

Região

6 – Baixe o Putty e o Puttygen.

O Putty é uma terminal de acesso remoto que permite acessar servidores Linux com mais segurança por meio de criptografia assimétrica, criando um túnel de comunicação seguro com o seu servidor.

Acesse o site do Putty e baixe o Putty.exe e o Puttygeb.exe, que são dois auto executáveis, portanto, não será necessário instala-lo.  Você também pode baixa-los pelos links abaixo:

7 – Crie a Chave SSH

Abra o arquivo puttygen.exe, baixado anteriormente e clique em “Generate” Para gerar uma nova chave.

É necessário manter o mouse em movimento sobre a área destacada em azul no print, pois se trata de um processo de validação. Depois de concluído, salve e local seguro a chave publica e a chave privada.

Putty

8 – Após a chave criada, copie e cole no painel na Digital Ocean, nomeie a chave como desejar e salve. O painel irá validar a chave no momento em que você colar, se houver algum problema o botão de salvar ficará vermelho e inacessível.

9 – Escolha um nome para a sua VPS

A fim de garantir a entrega de seus e-mails na caixa de entrada, o nome do seu host deverá respeitar o formato FQDN, exemplo: server.vpssemsegredo.com.br.

10 – Clique em Create para finalizar a criação da sua VPS. O processo demora poucos segundos e quando terminar você será direcionado para o painel onde poderá copiar o IP da sua VPS e acessar para teste mesmo sem ainda ter um domínio configurado, se tudo estiver ocorrido bem, irá aparecer a imagem abaixo.

Acessando sua VPS via terminal SSH

1 – Abra o arquivo Putty.exe e cole o IP no campo Hostname, para agilizar a conexão fazendo com que ela entre direto no usuário principal coloque root@seu_ip;

2 – No Quadro Category acesse:

Connection > SSH > Auth 

E no campo Private Key file for authentication, clique em Browser e localize a chave privada salva anteriormente;

3 – Retorne para a tela principal (Session) e clique em Save. Com isso a configuração de conexão está pronta para acessos futuros, bastando dar duplo clique na conexão criada ou seleciona-la e clicar em “Open”.

4 – A primeira vez que realizar a conexão irá aparecer uma mensagem de alerta conforme abaixo, basta clicar em “Sim” e pronto, seu acesso estará concluído.

5 – Logo após a conexão ser concluída, o hosts irá mostrar alguns dados importantes.

Primeiro informará que é possível ver as informações de instalação do apache e php, acessando http://seu_ip/info.php

A segunda informação importante é o endereço da senha do banco de dados que geralmente estará em

/root/.digitalocean_password

Terceira, informa que Let’s Encrypt, já está pre instalado no seu servidor, e fornece o link para configurações padrões, que é http://do.co/le-apache. No momento, não precisa se preocupar com esse link, no momento oportuno iremos explicar como ativar o SSL dos seus sites e outras configurações além dela.

6 – Sempre que você conectar com o seu servidor via terminal Putty, essas informações serão apresentadas. Para não vê-las mais basta executar o comando abaixo.

rm -rf /etc/update-motd.d/99-one-click

Isso fará com que as instruções seja definitivamente excluídas.

 

Conexão FTP com SSH

Durante a administração do seu servidor VPS será necessário ter acesso via FTP para fazer o upload dos seus projetos e entre outras coisas.

1 – Aqui utilizaremos o Filezilla, baixe-o no site oficial e instale-o;

2 – Após a Instalação iremos configurar a conexão utilizando também a chave SSH, clique em Arquivo > Gerenciador de Sites

3 – Em selecionar entrada, dê um nome a sua conexão, em “Geral” preencha os demais campos conforme abaixo:

Host: ip do seu droplet

Porta: a porta 22 é padrão, pode deixar em branco

Protocolo: SFTP – SSH File Transfer Protocol

Tipo de Logon: Arquivo Chave

Usuário: root

Arquivo com Chave: Localize a sua chave privada criada com o Putty

Após concluir, clique em OK.

4 – Para conectar ao seu servidor, basta acessar essa tela novamente e clicar em “Conectar”;

Até aqui já é possível subir a um site e copia-lo direto para a pasta /var/www do seu servidor, depois basta redirecionar o DNS do seu domínio para o servidor da Digital Ocean.

Entretanto, ainda temos alguns passos pela frente para tornar essa VPS mais produtiva, ágil e segura, mas como esse tutorial já está muito extenso, encerramos esse tutorial por aqui. Acesse o próximo tutorial abaixo para continuar configurando sua VPS, é importante que siga cada um deles.

O próximo passo é melhorar a performance da sua instalação VPS Essencial LAMP.

 


Compartilhe esse conteúdo!
Tags do Post:

Conheça nossos cursos

Cursos de Desenvolvimento Web para você elevar ainda mais as suas habilidades profissionais!

Conheça nossos cursos

Conteúdos Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

Mais Populares

Veja os nossos conteúdos mais acessados.