fbpx

Javascript Desativado!

É necessário ativar o javascript do seu navegador para acessar!

Performance e Otimização da sua VPS Essencial LAMP Ubuntu 16.04 - Evertec Digital

Performance e Otimização da sua VPS Essencial LAMP Ubuntu 16.04

Já tem a sua VPS Essencial LAMP com Ubuntu 16.04 criada? Agora é a hora de otimiza-la para aumentar a sua segurança e performance.

Performance e Otimização da sua VPS Essencial LAMP Ubuntu 16.04
0065
Compartilhe esse conteúdo!

Esse tutorial é a continuação do tutorial VPS ESSENCIAL LAMP – PRIMEIROS PASSOS, portanto, é indispensável respeitar a sequencia.

Aqui iremos realizar algumas atualizações importantes no sistema e também fazer algumas configurações de otimização do PHP.

Iremos fornecer os comandos necessários para configurar a sua VPS, basta copiar e colar. Para colar basta clicar com o botão direito do mouse na linha de comando, assim o sistema irá copiar automaticamente.

Atualizando o Servidor

1 – Atualize os comandos abaixo para configurar o servidor, é importante respeitar a sequencia.

apt-get update
apt-get -y upgrade
apt-get dist-upgrade

 

2 – Para configurar o horário padrão do sistema, execute o comando abaixo e escolha America e São_Paulo.

dpkg-reconfigure tzdata

Customizando o PHP

Aqui fazermos algumas customizações no arquivo php.ini que está no diretório /etc/php/7.0/apache2/php.ini, você pode utilizar o editor de texto nano do Linux ou utilizar um editor de texto local como o notepad ++, através da conexão FTP pelo filezilla.

Caso for fazer a edição pelo nano copie e cole o comando abaixo no terminal do Putty.

nano /etc/php/7.0/apache2/php.ini

Para abrir o editor pelo Filezilla, basta localizar o arquivo no bloco de “Endereço Remoto”, clicar com o botão direito do mouse e selecionar “Ver e Editar”.

 

1 – Edite o timezone: procure por “date.timezone”, provavelmente estará na linha 924, se tiver um “;” tire-o e preencha conforme abaixo:

date.timezone = America/Sao_Paulo

É importante manter o formato acima e mesmo que não esteja na região com o fuso horário de São Paulo é recomendável configurar dessa forma pois é o horário que irá atender a maior parte do país;

Para ver a lista completa de timezone clique aqui.

 

2 – Tamanho máximo de Upload: Por padrão o tamanho máximo de upload é de 2M, aqui iremos mudar para 128M. Para isso localize upload_max_filesize, provavelmente estará na linha 809 e preencha conforme abaixo. Isso é necessário para evitar erros de falha ao realizar o upload, já que na maioria dos casos muitas aplicações não trata adequadamente esse limite.

upload_max_filesize = 128M

 

3 – Também mudaremos o tamanho de envio de imagens, localize a marcação “post_max_size” provavelmente estará na linha 656, e mude o valor para 70, esse valor é mais que o suficiente para a grande maioria dos casos, conforme abaixo:

post_max_size = 70M

 

4 – Habilite o CURL, por padrão essa extensão do PHP vem desabilitado, localize-o (linha 878) e retire o “;” que estará antes do argumento.

extension=php_curl.dll

 

5 – Aumente o tempo de resposta limite para scripts em execução, conforme abaixo (linha 378)

max_input_time = 180

 

6 – Caso vá instalar o Mautic na sua VPS é necessário mudar o parâmetro abaixo também (linha 389):

memory_limit = 256M

Concluímos a edição do php.ini. Se sua edição foi pelo nano, para sair do editor, tecle ctrl+z e depois tecle Y para confirmar a edição.

Se sua edição foi através de um editor local, após a conclusão, basta salva-lo, em seguida o Filezilla irá abrir um pop-up questionando se deseja enviar a edição para o servidor, clique em sim. Caso não aparece, tecle F5 para atualizar;

Caso o CURL não esteja instalado, basta executar o comando abaixo:

apt-get install php7.0-curl

 

7 – Habilite o mod_rewrite,  para que seja possível a reescrita de URL e assim trabalharmos com as URL’s amigáveis. Para isso, execute o comando abaixo:

a2enmod rewrite

 

8 – Reinicie o PHP e o Apache com os comandos abaixo

service apache2 restart

Adicionando a memória SWAP

Esse processo irá dar um aumento de desempenho facilmente perceptível. Como nosso servidor trabalha com SSD ao invés de HD, trabalhar com a memória SWAP será ainda melhor. É recomendável criar a memória SWAP com o dobro do valor da memória física, mas para isso deve-se considerar o espaço livre no SSD, nessa instalação que estamos fazendo, há espaço de sobra pra criar a memória SWAP, mas caso queira consultar o espaço disponível no SSD, digite o comando abaixo.

df -h

Seguindo em frete…

 

1 – Consulte a memória atual:

free –m

 

2 – Crie uma memória swap de 1GB com o comando abaixo:

fallocate -l 2G /swapfile; chmod 600 /swapfile; mkswap /swapfile; swapon /swapfile

 

3 – Consulte novamente a memória de sistema

free –m

 

4 – Para manter a memoria SWAP após reiniciar o servidor, edite o arquivo fstab:

nano /etc/fstab

Adicione ao final do arquivo:

/swapfile   none    swap    sw    0   0

É importante deixar uma linha em branco depois de adicionar essa linha. 

Após a edição tecle CRTL+X e depois confirme com Y.

 

5 – Confirme a efetivação da memoria SWAP com os comandos abaixo (execute um de cada vez).

ls -lh /swapfile

mount -a

free –m

Reinicio Pré-Programado do Apache

Caso tenha muitos acessos em seu servidor ou mesmo sofrer algum ataque com o objetivo de afetar a memoria e o cache da sua VPS, pode sofrer com lentidão com o decorrer do tempo.

Para prevenir isso e inclusive ataques de DDoS, iremos programar nosso apache para reiniciar em horários pré determinados. Como usuário root, siga o processo abaixo:

 

1.1 – Crie um arquivo com acesso permitido somente para root.

touch /root/webserver-reload
chmod 700 /root/webserver-reload

 

1.2 – Abra o arquivo com o editor nano

nano /root/webserver-reload
1.3 - Adicione o conteúdo abaixo, depois salve e saia:
#!/bin/bash
# Reinicia o Apache

/etc/init.d/apache2 restart

 

2 – Execute o teste manualmente:

/root/webserver-reload

 

3.1 – Abra o cron para criarmos o agendamento

crontab -e

 

3.2 – No final do arquivo, adicione as linhas abaixo, depois salve e saia:

15 1,7,12,20 * * * /root/webserver-reload > /dev/null

Em nosso agendamento, programamos o reinicio automático nos seguinte horários: 1:15, 7:15, 12:15 20:15.

Concluímos nossas customizações! Agora o próximo passo é mudar o banco de dados MySQL para MariaDB.

 


Compartilhe esse conteúdo!
Tags do Post:

Conheça nossos cursos

Cursos de Desenvolvimento Web para você elevar ainda mais as suas habilidades profissionais!

Conheça nossos cursos

Conteúdos Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

Mais Populares

Veja os nossos conteúdos mais acessados.