fbpx

Javascript Desativado!

É necessário ativar o javascript do seu navegador para acessar!

Migrando do MySQL para MariaDB - Evertec Digital

Migrando do MySQL para MariaDB

Migre seu banco de dados MySQL para o MariaDB na sua instalação VPS Essencial LAMP Ubuntu 16.04. E tenha com essa mudança um banco de dados mais rápido, escalável e robusto.

Migrando do MySQL para MariaDB
0068
Compartilhe esse conteúdo!

Esse processo é opcional, mas muitos preferem utilizar o MariaDB como banco de dados, além de ser compatível com o MySQL, ele é mais robusto, escalável e seguro. Então aqui mostraremos como substituir o seu banco de dados MySQL pelo banco de dados MariaDB. Antes de executar esses passos é importante realizar o backup de todas a sua base de dado.

Os comandos abaixo foram verificados na distribuição linux Ubuntu 16.04.

1 – Antes de instalar o MariaDB, iremos consultar a versão atual, para isso será necessário ter a senha do banco de dados que está em /root/.digitalocean_password, abra o arquivo via FTP e copie a senha;

 

1.1  – Verifique o status do serviço:

systemctl status mysql

 

1.2 – Para acessar o banco de dados execute:

mysql -u root -p

 

1.2.1 – Em seguida insira a senha copiada apenas clicando com o botão direito do mouse e em seguida tecle Enter;

 

1.3 – Agora dentro do mysql digite o comando abaixo para ver a versão:

SELECT VERSION() as mysql_version;

Irá apresentar o resultado semelhante abaixo:

1.4 – Agora saía do do mysql digitando exit.

2 – Desinstale o mysql, digitando o comando abaixo:

apt-get purge mysql*
apt-get autoremove
apt-get autoclean

 

3 – Verifique se foi realmente desinstalado, consultado novamente o serviço.

systemctl status mysql

Deverá retornar o resultado semelhante abaixo:

Instalando o MariaDB

apt-get update
apt-get install mariadb-server

 

1 – Acesse novamente o banco de dados para consultar a versão:

mysql -u root -p

A senha ainda é a mesma do inicio do tutorial, basta colar e teclar Enter.

Agora dentro do mysql digite o comando abaixo para ver a versão:

SELECT VERSION() as mysql_version;

 

2 – A fim de garantir que estamos trabalhando com a versão mais atual do banco de dados, iremos tentar realizar o upgrade da instalação, para isso, antes saia do mariadb, digitando exit, depois digite o comando abaixo:

mysql_upgrade

 

Se não houver atualizações a serem feitas, irá aparecer uma mensagem informando que já está com a versão mais recente do SGBD:

Melhorando os Limites do mysql

Provavelmente você já enfrentou problemas bizarros de conexão com banco de dados em hospedagem compartilhada. Isso ocorre porque o banco de dados tem um limite padrão para abertura de registros simultâneos, que quando ultrapassado, simplesmente para o serviço. A fim de evitar que esse problema ocorra em nossa VPS,  iremos aumentar esse limite.

Em todas as modificações de arquivo, deixe uma linha em branco no final do arquivo.

1 –  Consulte o limite atual:

ulimit -a

2 – Execute o comando abaixo para verificar o limite de arquivos abertos. Será necessário fornecer a senha do banco de dados.

mysql -u root -p --execute='show variables like "open_files_limit"'

 

3.1 – Acesse o arquivo limits.conf

nano /etc/security/limits.conf

 

3.2 – Adicione as linhas abaixo, logo acima do fechamento do arquivo :

mysql soft nofile 24000
mysql hard nofile 32000

# End of file

 

4.1 – Acesse o arquivo common-session

nano /etc/pam.d/common-session

 

4.2 – Adicione a linha abaixo logo no final:

session required pam_limits.so

 

5.1 – Acesse o arquivo my.cnf 

nano /etc/mysql/my.cnf

 

5.2 – adicione as informações abaixo, no final do arquivo

[mysqld_safe]
open_files_limit = 65536

[mysqld]
open_files_limit = 65536

 

6 – Reinicie o mysql:

/etc/init.d/mysql restart

 

7 – Verifique novamente os limites. Será necessário fornecer a senha do banco de dados.

mysql -u root -p --execute='show variables like "open_files_limit"'

 

Reiniciando o Banco Automaticamente

Quando existe uma carga muito grande no servidor, seja por ataque, site que demanda muito processamento, por medida de segurança alguns serviços são desativados automaticamente, curiosamente o MySQL é um dos serviços a ser desativados. Embora em nossa sequencia de tutoriais já tenhamos adicionado a memória SWAP, iremos adicionar mais esse recurso para manter o seu servidor estável e livre de problemas.

1.1 – Crie um arquivo de monitoramento e permita que somente o root possa alterar e executar.

touch /root/monitor-bd
chmod 700 /root/monitor-bd

 

1.2 – Abra o arquivo criado com o editor nano

nano /root/monitor-bd

 

1.3 – Adicione o conteúdo abaixo, salve e saia:

#!/bin/bash
# Reinicia o MySQL em caso de desligamento
# Ajuda com os comparativos de if: man 1 test

UPMYSQL=$(lsof -i :3306 | grep mysql | wc -l);
if [ "$UPMYSQL" -le 0 ];
then
 /etc/init.d/mysql restart
fi

 

2 – Efetue o teste manualmente

/root/monitor-bd

 

3.1 – Adicione um agendamento no cron para verificar a cada 5 minutos

crontab -e

 

3.2 – Na ultima linha, adicione, depois salve e saia:

*/5 * * * * /root/monitor-bd

 

Esse agendamento fará executara uma verificação do status do banco de dados a cada 5 minutos.

Pronto! Seu banco de dados está preparado para trabalhar com alta performance!

Agora é a hora de instalar o seu primeiro projeto!


Compartilhe esse conteúdo!
Tags do Post:

Conheça nossos cursos

Cursos de Desenvolvimento Web para você elevar ainda mais as suas habilidades profissionais!

Conheça nossos cursos

Conteúdos Relacionados

Veja alguns conteúdos que também podem lhe interessar.

Mais Populares

Veja os nossos conteúdos mais acessados.